Domingo festivo marca a entrega do registro de nº 100.000 na OAB Paraná

Neste Dia do Advogado (11/8) a OAB Paraná atingiu um marco histórico ao realizar a solenidade de compromisso coletivo em que entregou o registro de número 100.000. A carteira emblemática pertence à advogada Bárbara Yishay Ivanski, formada pelo Centro Universitário Curitiba (Unicuritiba) e moradora da cidade de Almirante Tamandaré, cuja advocacia é vinculada à OAB Colombo. Outros 49 bacharéis aprovados no Exame de Ordem obtiveram, na mesma ocasião, a carteira que os habilita a exercer a advocacia. Alguns deles, a receberam das mãos dos pais, também advogados. Outros, junto de seus filhos, em deferência especial pela data. A participação mais visível das famílias reforçou a singularidade do compromisso.

Na cerimônia pautada por grande emoção e conduzida pelo presidente da OAB Paraná, Cássio Telles, a mesa foi composta por José Lúcio Glomb, presidente da seccional na gestão 2010/2012, a quem coube a missão de saudar os jovens colegas; pelo diretor-tesoureiro do Conselho Federal da OAB, José Augusto Araújo de Noronha (presidente da seccional na gestão 2016/2018) e pela advogada Edni de Arruda, detentora da medalha Vieira Netto. Também estavam presentes para receber os novos colegas os ex-presidentes seccionais Alfredo de Assis Gonçalves Neto e Edgar Luiz Cavalcanti de Albuquerque; a vice-presidente da OAB Paraná, Marilena Indira Winter; o secretário-geral Rodrigo Sánchez Rios, a secretária-geral adjunta Christhyanne Regina Bortolotto; a advogada Silvana Niemczewski, representando a Caixa de Assistência dos Advogados; Maurício de Paula Soares Guimarães, representando a OABPrev; Marcos Renan Salvatti, presidente da OAB Colombo, representando as 48 subseções paranaenses da Ordem; Mariana Lopes Bonfim, presidente da Comissão da Mulher Advogada, representando todas as comissões da seccional e seus cerca de 2 mil membros; o advogado Francisco Zardo, representando a ESA; e a ouvidora-geral da OAB Paraná, Maria Helena Kuss.

União

A marca das 100 mil inscrições é vista pelo presidente como oportunidade para que a advocacia paranaense reafirme a democracia, a liberdade, a igualdade e o combate à corrupção como seus ideais. Ao longo da semana passada, banners alusivos à ocasião foram dispostos na fachada da seccional e das subseções lembrando que somos “100 mil unidos pela democracia, pelo combate à corrupção e pela cidadania”. “Sintam-se em casa. Esta é a casa da advocacia e também a casa da cidadania”, afirmou Cássio Telles ao abrir os trabalhos, saudando os compromissandos e seus convidados.

Após a execução do Hino Nacional, a alusão ao dia dos pais, celebrado neste domingo, ficou por conta da apresentação do clipe da campanha Pai Legal, iniciativa da Comissão da Mulher Advogada em prol da paternidade responsável, vivida cotidianamente. Lançada no início da semana passada, a campanha é composta por fotos e depoimentos em vídeo de pais advogados. Os relatos foram veiculados nas redes sociais mantidas pela seccional.

Juramento

Depois de os presentes assistirem outro vídeo, preparado especialmente para marcar a centésima milésima inscrição e para ressaltar a democracia e a luta pela ética como elementos unificadores da advocacia, coube ao bacharel Lucas Rodrigues de Souza ler o juramento, fazendo-se seguir por todos os demais compromissandos. Em seguida, cada um deles foi chamado por Christhyanne Bortolotto para receber seu certificado das mãos de Cássio Telles e José Augusto Araújo de Noronha. A última a receber o documento foi Bárbara Ivanski, que teve como madrinha a irmã, Patricia Caroline Ivanski.

Ao discursar em nome dos novos advogados, Bárbara agradeceu às famílias, exaltou a importância do Estado Democrático de Direito e manifestou a alegria por poder trabalhar na promoção da Justiça, em prol de toda a sociedade. Longe dos holofotes, a advogada 100.000 contou que ser advogada foi um sonho acalentado desde muito jovem. “Esse amor pela Justiça está presente na família. Particularmente, gosto do Direito Criminal. Receber a carteira de número 100.000 foi uma surpresa que deu ainda mais importância a este momento”, afirmou ela, que cursou o ensino fundamental e o ensino médio em escola pública.

Missão

Na saudação aos jovens advogados, José Lúcio Glomb destacou a especial emoção dos pais, que podem desfrutar da sensação de terem cumprido parte de sua missão em ocasiões como essa. Glomb, que é pai de três advogados — Ângela, Daniel e Marcia — deu conselhos aos novos profissionais e citou palavras de Paulo Leminski para exortá-los a “tomar o passo perfeito e a serem pilares da sociedade”. Ele fez questão de citar a preocupação da Ordem com o aumento desenfreado de novos cursos de Direito, muitos sem a necessária qualidade, e também destacou a importância de que a instituição siga em seu histórico papel de combater a corrupção que corrói a vida pública. Nas palavras finais, lembrou o advogado Waldir Troncoso Perez, que via na beca um símbolo tangível de sua profissão. “Ele pediu para ser sepultado com a beca. Dizia que a vida fosse só matéria, a beca haveria de proteger seu corpo; e que se fosse, como ele acreditava, transcendente, seria a beca a abrir-lhe as portas do céu”, lembrou.

Edni Arruda também se dirigiu aos advogados para lembrá-los que abraçam “uma bela e áspera profissão”. A advogada afirmou que solenidades como essa despertam nela melancolia, por saber das frustrações que virão com a constatação de que a luta pela Justiça nem sempre é justa, e inveja, por fazê-la recuar no tempo e lembrar do início da carreira como uma época em que empunhava espadas imaginárias. Ela conclamou os profissionais a terem uma participação ativa na OAB. “Nossa instituição é guardiã absoluta das liberdades públicas e protagonista das mais belas páginas da nossa história. É nossa casa. Se não cuidarmos delas, quem o fará? Integrem-se e entreguem-se”, desafiou.

José Augusto Araújo de Noronha também abordou a importância do trabalho da OAB para a advocacia e para a sociedade, dando especial destaque para o trabalho voluntário exercido por milhares de advogados e para o reconhecimento nacional à sucessão de boas gestões que têm conduzido a seccional paranaense. “Somos uma entidade valorosa de gente que serve à advocacia e que não se serve dela. Neste momento em que ouvimos críticas, mas precisamos manter a serenidade, recordo as palavras de Cláudio Lamachia, ex-presidente nacional da Ordem: O partido da OAB é o Brasil; nossa ideologia é a Constituição Federal!”, exclamou.

Prerrogativas

“Os recados dados pelos colegas dispensam repetição. Vocês hoje testemunharam aqui a OAB pulsando, com a experiência dos dirigentes, os serviços da Caixa de Assistência, da OAB Prev, os cursos da ESA, as comissões e as subseções”, disse Telles na mensagem de encerramento. “Quero lhes pedir que contem conosco para fazer valer suas prerrogativas. Não deixem que sejam violadas, lutem por elas de forma independente e destemida. Digam, altivos, que se orgulham de ser advogados, de serem apaixonados pela defesa das liberdades, pela luta em prol da legalidade. Nós, advogados, somos aqueles cuja luta, em última análise, busca promover a pacificação dos conflitos sociais para que todos alcancem a felicidade”, apregoou.

O presidente contou que houve certa hesitação em relação ao agendamento do domingo dos pais como data para a solenidade. “Entretanto, não haveria dia melhor do que este em que vivemos a feliz coincidência de celebrar o Dia do Advogado, a inscrição de número 100.000 e o dia dos pais. Afinal, pais transmitem valores. E valores também são os pilares da nossa OAB. Não temos, como disse Noronha, partido ou ideologia. Nosso lugar é ao lado dos que lutam por Justiça, sem discriminações de qualquer espécie. Batalhemos também por uma advocacia forte, sinônimo de uma sociedade bem defendida. Viva a advocacia!”, exclamou antes de dar por encerrada a cerimônia.

Fonte: www.oabpr.org.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.